Técnicos recolhem material em áreas atingidas por mancha de óleo no Rio

Técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) sobrevoaram nesta segunda-feira (9) as praias da Região dos Lagos atingidas por uma extensa mancha de óleo. Eles também coletaram amostras do material para análise. Autoridades ambientais do estado do Rio de Janeiro ainda não sabem a origem do óleo, que atinge pelo menos cinco praias.
Logo depois que a mancha foi vista ontem (8), a Capitania dos Portos fez uma inspeção na área e coletou amostras do óleo para identificar a causa e o responsável pelo derramamento. A análise está sendo feita pelo Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira e o laudo deve ficar pronto em até 20 dias.
Ontem, a Petrobras informou que não tem responsabilidade sobre o acidente e que, a pedido da Marinha, está ajudando a conter o óleo.
As praias atingidas ficam em Arraial do Cabo e Cabo Frio, onde, na Praia do Peró, pescadores encontraram cinco pinguins mortos.
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crime ambiental

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s