Arquivo da categoria: Alto Verão Carioca

Copacabana ganhará faixas exclusivas para ônibus


Av.N.S. de Copacabana

Segundo informações do secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, duas das vias mais movimentadas do bairro de Copacabana ganharão faixas exclusivas para a circulação de ônibus a partir de janeiro de 2011.

As ruas contempladas serão a Barata Ribeiro e a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, que terão monitoramento eletrônico para impedir a presença de carros de passeio nas vias reservadas para os ônibus.

De acordo com Sansão, a mudança vai permitir uma redução na frota dos transportes, além de possibilitar o aumento de velocidade dos coletivos que percorrerão a via especial.

O secretário informou que o projeto deverá ser colocado em prática durante as férias escolares, para que os motoristas não sejam prejudicados. Ele explicou que os hábitos dos motoristas, assim como dos pedrestes, vão sofrer alterações com a mudança, citando o fato de passageiros terem de embarcar em táxis, por exemplo, do lado esquerdo da via, já que as pistas da direita estarão reservadas aos ônibus.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca, Cidades sustentáveis, Secretaria de Ordem Pública

Shakira fará show gratuito na Praia de Copacabana

Shakira

Enganou-se quem pensou que Shakira viria ao Brasil apenas para cumprir sua agenda de shows.  A cantora também prometeu se divertir no Carnaval e, para tanto, contará com sua troupe. De acordo com o jornal “O Dia”, a cantora deve pintar no Rio de Janeiro com seus pais, o namorado, cunhado e amigos.

Shakira vem ao Brasil para fazer um show em Copacabana no final de fevereiro e vai aproveitar para curtir o Carnaval do país, que segundo boatos, pode contar com uma participação no trio de Ivete Sangalo, na folia baiana.

A data exata ainda não foi divulgada.

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca, Megaeventos, Privatização dos espaços públicos

Operação Verão começa quarta-feira com mais fiscalização da orla

RIO – A Secretaria de Ordem Pública (Seop) e a Compahia de Engenharia de Tráfego (CET-RIO) divulgaram nesta segunda-feira detalhes da Operação Verão que será adotada na orla marítima a partir desta quarta-feira. A operação vai até meados de março do ano que vem. O esquema conta com reforços no patrulhamento das areias bem como a ampliação do número de reboques em operação para reprimir o estacionamento irregular e dos depósitos públicos.

Outra novidade neste verão é a ampliação da padronização das barracas na areia, iniciada no ano passado. No último verão, os novos equipamentos foram usados apenas pelos barraqueiros recadastrados do Leblon e Ipanema. Neste verão, já serão 1.100 barraqueiros cadastrados em toda a orla da Zona Sul com a adesão dos ambulantes Flamengo, Leme e Copacabana.

O secretário de Ordem Pública, Alex da Costa, explicou que 40 reboques serão usados na Operação Verão, quase o dobro do ano passado. Ao todo, serão dez reboques operando em Copacabana e Leme; 15 no trecho entre Ipanema e Leblon; cinco em São Conrado; e dez para o trecho da Barra da Tijuca e o Recreio dos Bandeirantes.

A ampliação da frota de reboques faz parte de um novo contrato da prefeitura que entrou em vigor em outubro. Os novos veículos têm microcâmeras que registram o momento em que o veículo é colocado na plataforma e quando ele chega no depósito. Todos também são equipados com GPS para confirmar se estão nos pontos de fiscalização previamente combinados.

Esse sistema já permitiu confirmar irregularidades em uma operação no mês passado quando um guarda municipal e um reboquista foram preso na Urca por um PM, acusados de cobrar propina para liberar carros que já tinham sido removidos.

Os veículos serão levados para quatro depósitos públicos com capacidade para 4 mil vagas. Os endereços são os seguintes: Caju (Avenida Brasil 2.520), Inhaúma (Rua Matheus Silva 67), Campo Grande (Avenida Santa Cruz 12.516) e Recreio (Avenida das Américas sem número em frente ao Mundial).

Para saber para qual depósito o veículo foi levado, o motorista poderá acessar o site da prefeitura www.rio.rj.gov.br/veiculosrebocados e digitar o número da placa do veículo. Em um primeiro momento, o esquema para retirar o veículo permanece o mesmo. O motorista terá que comparecer primeiro ao Detran para tirar o nada consta, pagar eventuais multas em atraso e se dirigir ao depósito para pegar uma guia para quitar a taxa do reboque.

– Nós estamos estudando um convênio com o Detran para que essas informações possam ser acessadas no próprio depósito, mas não há data para ser implantado. Também esperamos contar em breve com terminais das principais agências bancárias para que os pagamentos possam ser feitos nos próprios depósitos – disse Alex da Costa.

O esquema conta ainda com 160 agentes da Guarda Municipal e de controle urbano patrulhando a orla do Leme ao Pontal a partir das 7h até as 21h. Nos fins de semana e feriados, serão 189 agentes. Esse efetivo deve ser maior nos dias 25 de dezembro, quando Roberto Carlos realiza seu show de fim de ano ao vivo na Praia de Copacabana, e no dia 31 para comemorar o réveillon. Esses agentes terão barracas na orla como pontos de apoio. A operação conta também com comboios motorizados para patrulhar a orla. Na Zona Sul, o esquema será adotado inclusive na areia com o uso de segways e uma espécie de trator adaptado para levar mercadorias apreendidas.

– Os agentes vão reprimir o que é proibido. Isso inclui desde alimentos como queijo coalho e camarão frito ao comportamento inadequado de banhistas como levar o cachorro para a areia ou praticar esportes como o altinho fora dos horários e trechos pré-determinados – disse o secretário.

No caso do trânsito, uma das maiores preocupações da presidente da CET-Rio, Cláudia Secin, é a chegada ao Recreio dos Bandeirantes pelas imediações de Jacarepaguá devido a uma série de obras públicas que estão sendo realizadas em vias importantes de acesso ao bairro. A construção de um novo viaduto de acesso ao Recreio no cruzamento da Avenida das Américas com a Avenida Salvador Allende, que faz parte do projeto para implantar o BRT da Transoeste (corredor de ônibus que ligará Campo Grande à Barra da Tijuca), reduziu a capacidade de escoamento da via. A obra só terminará após o verão. Outro gargalo é a Avenida Gláucio Gil (liga à Orla À Avenida das Américas) que tem vários desvios devido as obras de ampliação da rede de esgotos da Cedae. A Estrada dos Bandeirantes, que serve de alternativa para os motoristas deixarem o Recreio por Jacarepaguá, também tem trechos com obras de alargamento prefeitura em Vargem Grande e Vargem Pequena.

– Nós vamos reforçar as operações de orientação no trânsito. Mas o ideal é que a população evite o Recreio nesse verão. Essas obras são importantes para a cidade mas nesse momento trarão transtornos – disse Cláudia Secin.

O esquema da CET-Rio começa no sábado e contará com 50 agentes, dez viaturas e três motocicletas para cuidar do trânsito da Zona Sul. Na Barra e Recreio serão 60 agentes da Guarda Municipal, 15 viaturas e 15 motos.

A CET-Rio também terá sete reboques que serão usados entre a Barra e o Recreio. Nesse caso, porém, os carros não serão levados para depósitos. O objetivo é retirar do caminho veículos enguiçados ou em locais que prejudiquem a fluidez do trânsito. Nos domingos e feriados, com exceção do Recreio, as áreas de lazer da orla marítima serão mantidas.

– No caso da orla do Recreio dos Bandeirantes nós vamos monitorar o que fazer conforme a demanda do tráfego. Quando não houver tanta gente na praia, nós vamos mantê-las. Mas quando a demanda exigir, vamos suspendê-la. Além disso, se o volume de tráfego na Reserva estiver muito grande, podemos fechar o acesso pela Barra – disse a presidente da CET-Rio.

O Globo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca

Inflação nas praias cariocas começa com a proximidade do verão

Se há alguns anos era possível ir à praia com apenas R$ 10 no bolso, hoje em dia uma tarde de sol na orla carioca não sai por menos de R$ 30. A constatação é de quem frequenta e observa que já na primavera, os preços das bebidas, biscoitos e até das cadeiras e barracas, ficam inflacionados.

“Antes eu trazia só R$ 10 e conseguia ficar o dia inteiro. Outro dia uma amiga minha levou R$ 30 e voltou com R$ 5 pra casa. As coisas estão muito caras”, contou a estudante Letícia.

Com 40 anos de praia, o ambulante Francisco Gomes Oliveira, conhecido no Arpoador, na Zona Sul do Rio, conta que estipula o preço dos produtos que vende de acordo com o cliente.

“Eu vendo biscoito por R$ 2,50. Mas dependendo do cliente sai por R$ 2. Depende do dia, do tempo também. A concorrência no Arpoador é grande”, explicou Oliveira.

Posto de Salvamento reformado

Já os banhistas que utilizam os banheiros dos postos de salvamento da orla de Copacabana, se assustaram com o recente aumento de R$ 1 para R$ 1,50. O banho de ducha no mesmo local está saindo por R$ 3. O aumento é reflexo da troca de administração dos postos.

A elevação no custo do uso dos banheiros traz uma preocupação para os moradores. Para o presidente da Sociedade Amigos de Copacabana, Horácio Magalhães,  o preço tende a prejudicar o lazer dos banhistas.

“A praia é o lugar mais democrático para se ter lazer. Pra lá vão pessoas de várias regiões. Imagina um casal com dois filhos, quanto não vai gastar para usar o banheiro? Esse aumento pode gerar uma reação dos frequentadores que deixarão de pagar para simplesmente fazer na praia o que fariam nos sanitários”, explicou.

Oséas Silva, de 44 anos, aluga cadeiras e vende bebidas nas areias do Arpoador. Segundo ele, os preços ficam muito mais elevados durante estações como primavera e verão.

“O saco de gelo, por exemplo, sai por R$ 6 durante o inverno. No verão, o fornecedor vende por R$ 10. Temos que repassar esses custos ao cliente, se não, não lucramos nada”, disse. E acrescentou: “Dependendo do cliente a gente faz uma promoção. É só chorar um pouquinho”, brincou ele, que cobra R$ 8 pelo aluguel de uma barraca e cadeira.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca

Orla carioca pode ser cenário para ‘Velozes e Furiosos’

Carros esportivos cruzam a orla de Copacabana, Ipanema e Leblon em alta velocidade. Depois, o filme corta para o Cristo Redentor e outros cartões-postais cariocas. Ambientado na cidade, o longa ‘Velozes e Furiosos 5’ mostrará as curvas do Rio de Janeiro, onde a geografia já foi filmada e terá papel de protagonista na trama.

Embora, por enquanto, o filme esteja sendo gravado em Porto Rico por questões financeiras, os diretores estudam a ideia de desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim para finalizar a produção. A vinda de astros da ação como Vin Diesel, Paul Walker e Dwayne ‘The Rock’ Johnson, no entanto, ainda depende de garantias logísticas para a filmagem.

Estamos conversando sobre a gravação de algumas cenas no Rio. Depende de uma série de fatores que a gente não controla. Mas acredito que a decisão seja favorável”, conta Steve Solot, presidente da Rio Film Comission.

Um dos possíveis cenários de perseguição é a Ponte Rio-Niterói. O diretor do filme, Justin Lin, chegou a visitar o local no início do ano. A sondagem ficou parada por alguns meses e foi retomada na semana passada. Segundo a assessoria de imprensa da Ponte, a permissão depende do tipo de cena que será filmada. Um pré-requisito é que a gravação não prejudique o trânsito.

No início do ano, algumas locações na cidade foram cogitadas pelos produtores do filme. Cenas de perseguição na Avenida Atlântica, em Copacabana, e nos Arcos da Lapa faziam parte dos planos. A Avenida Niemeyer e o Elevado do Joá também seriam cenário das filmagens do longa e a produção demonstrou interesse em gravar em favelas. Resta agora aguardar os próximos capítulos das negociações.

O DIA Online

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca, Nossos bairros

Oi patrocina Campeonato Mundial de Surfe

A Oi será a patrocinadora da etapa seis estrelas do Campeonato Mundial de Surfe, que acontece entre os dias 05 e 10 de outubro, na Praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. O apoio é do Oi Futuro.

O Oakley Rio Surf Pro International 2010 terá competidores de 13 países. A abertura será na segunda-feira, 4, com o campeonato carioca profissional. No total, a etapa vai distribuir US$ 145 mil dólares de premiação e mais três mil pontos no ranking World Star da ASP. Somente o vencedor leva para casa 20 mil dólares.

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca

Rio: 455 pedidos de bloco para Carnaval 2011

A Riotur recebeu 455 inscrições de blocos de rua para o carnaval 2011, quase o mesmo número registrado no ano passado, quando foram recebidos 465 pedidos. As inscrições terminaram na última sexta-feira 24 e, a partir de agora, a Riotur fará reuniões por área de planejamento com todos os órgãos municipais envolvidos no evento para emissão de autorização provisório única da Prefeitura do Rio Essas autorizações provisórias devem ser emitidas até o dia 10 de dezembro e a partir de meados de novembro os blocos já podem entrar em contato com a Riotur para obter informações sobre quando poderão retirar estas autorizações. Com a autorização provisória da Prefeitura, os organizadores devem buscar o Nada Opor no Batalhão da Polícia Militar da área do desfile e na Diretoria de Diversões Públicas do Corpo de Bombeiros. Neste ano, o carnaval de rua do Rio tecve patrocínio de Antarctica, mas diversos blocos ficaram sem apoio para seus desfiles.

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca

Prefeitura fará manutenção e reparos na orla carioca para chegada do verão

Rio – Toda a orla das praias do Flamengo, Botafogo, Urca, Vermelha,  Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon, São Conrado, Barra da Tijuca,  Pepê, da Reserva, Recreio, do Pontal, Macumba e Prainha serão revistas. Na Ilha do Governador serão as orlas das praias da Bica,  Engenhoca, Bandeira, Congonhas do Campo, Guanabara e São Bento. Em Guaratiba, a orla da praia da Brisa; em Pedra de Guaratiba, as orlas das praias da Pedra, da Venda Grande, da Capela e da Ponta Grossa. Em Barra de Guaratiba serão as praias do Picão, Barra de Guaratiba, do Canto e, em Sepetiba, as  praias de Sepetiba, do Cardo e Maria Luiza. A Operação Verão também incluirá o Piscinão de Ramos.

“A Prefeitura quer deixar a orla pronta para os cariocas e também para os visitantes durante o verão. Essa sinergia de esforços tem garantido maior agilidade e eficiência nas ações de conservação na cidade. Esperamos o apoio da população na preservação não só da orla, mas de todas as áreas do Rio”, disse o secretário Carlos Roberto Osorio.

Os técnicos da Rioluz farão a manutenção dos circuitos de iluminação, incluindo troca de lâmpadas queimadas, luminárias quebradas, correção das que estiverem acesas durante o dia e substituição de postes danificados. A Coordenadoria de Conservação e Serviços Públicos fará a recuperação da pavimentação asfáltica, das calçadas, ciclovias e a desobstrução das galerias de águas pluviais.

Também será feita a recuperação dos decks e substituição das placas de ciclovias. As equipes da Comlurb reforçarão a varredura, aumentarão o número de contêineres, farão poda e recuperação das golas das árvores, limpeza de sarjeta, ralos e substituirão as papeleiras quando houver necessidade.

O programa de trabalho da Operação Verão inclui ainda o reparo dos Cuca Frescas, com a concessionária Clear Channel, além da reforma com novo visual dos 27 postos de salvamento e do início das obras de instalação de oito novos quiosques, por meio da concessionária Orla Rio.
Cuca Fresca

Os 35 aspersores da orla, chamados Cuca Fresca, serão substituídos para garantir o pleno funcionamento no verão. A substituição começa por Copacabana, depois segue para a Barra da Tijuca, Recreio, Ipanema, Leblon, Lagoa, São Conrado e Flamengo.

Postos de Salvamento

A partir dia 28/09, a Comlurb passa para a empresa concessionária Orla Rio a administração, manutenção e reparo dos 27 postos de salvamento da orla carioca. Até dezembro, os 27 postos receberão nova programação visual e no posto 9 de Ipanema será instalada um projeto mais amplo de modernização da estrutura dos postos.

Quiosques

O processo de reforma e substituição de quiosques na orla de Copacabana terá continuidade a partir do início de outubro, substituindo os modelos antigos pelos modelos novos em quatro pontos: ruas Santa Clara, Xavier da Silveira, Souza Lima e Joaquim Nabuco, num total de oito quiosques.

1 comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca

Postos e quiosques da orla de cara nova para o verão carioca

Postos terão banheiros duplicados, cabines individuais para banho e até local para guardar pranchas | Foto: Divulgação

Rio – Ontem, primeiro dia da Primavera, a prefeitura lançou a Operação Verão na orla do Rio. A revitalização vai atingir praias das zonas Sul, Oeste e Norte, com destaque para o Piscinão de Ramos. Entre as novidades, está o visual dos 27 postos de salvamento, que até o fim do ano que vem terão banheiros duplicados, fraldários, cabines reservadas para banho e armário para guardar materiais esportivos, como pranchas de surfe. O Posto 9, em Ipanema, será inaugurado nos novos moldes até dezembro.

Cerca de 80 operários da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos começaram ontem as obras de renovação da orla, com intervenções simultâneas nas praias do Leme e Copacabana, na Zona Sul, Praia da Bica, na Ilha do Governador e na Praia do Pepê, Barra da Tijuca. Segundo a secretaria, os trabalhos de reforma acontecem até 21 de dezembro, primeiro dia da estação mais quente do ano.

“Queremos deixar a orla pronta para os cariocas e também para os visitantes durante o verão. Esperamos o apoio da população na preservação não só da orla, mas de todas as áreas do Rio”, disse o secretário Carlos Roberto Osorio, que passará a administração dos postos de salvamento para a concessionária Orla Rio, a partir do dia 28.

Segundo Osório, a ideia é acabar com os custos de manutenção de cerca de R$ 3,6 milhões por ano. “Além da economia, os 82 garis da Comlurb, responsáveis pelo acesso, limpeza e manutenção dos banheiros dos postos de salvamento, voltarão para as ruas” , explicou o secretário. A Orla Rio fará a reformas nos 27 postos com R$ 1,026 milhão.

A partir do mês que vem, mais mudanças: oito quiosques de Copacabana serão substituídos pelos modelos novos em frente às ruas Santa Clara, Xavier da Silveira, Souza Lima e Joaquim Nabuco. A Operação Verão prevê também troca de lâmpadas, recuperação de ciclovias, pavimentação, substituição de placas e reforma dos 35 cucas-frescas.

O Dia online

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca

Primeiro dia do ‘Alto Verão Carioca’ é positivo

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) – Foi lançada nesta terça-feira, 14, a 5ª edição do Alto Verão Carioca, evento de atacado para o público comprador de moda, realizado pelo Sistema Firjan, por meio do Senai Moda e Design. A abertura do evento foi marcada pelo glamour do Forte de Copacabana e pela palestra “Atmosfera de loja como agregador de valor à marca”, do representante do Instituto Rio Moda, Roberto Meireles. Sua apresentação abordou questões sobre a venda no varejo e contou com a participação de compradores e expositores.

Na ocasião, o presidente do Sistema Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, destacou que o Alto Verão Carioca faz parte do calendário da moda do Rio de Janeiro. “Nossa proposta é, junto com os outros eventos, como o Fashion Rio, o Rio-à-Porter e viagens ao exterior, incentivar o setor de moda, grande gerador de mão de obra no estado”, disse Eduardo Eugenio.

Ele destaca que neste ano o Rio de Janeiro representou 15% das exportações nacionais do setor do vestuário. “Em 2001, representávamos apenas 3,6%. Foi um salto fantástico graças à produção do Rio, à criatividade, ao design e à qualidade dos nossos produtos”.

O Alto Verão Carioca acontece até o dia 17, das 9h às 19h, no Hotel Ipanema Plaza, que fica na Rua Farme de Amoedo, nº. 34, em Ipanema. Lá, compradores nacionais e internacionais, convidados pela Firjan, poderão negociar com 10 polos de moda de diversos estados brasileiros e participar de circuito aberto para conhecer novas marcas e ateliês de grifes cariocas, com acompanhamento de equipe especializada.

Deixe um comentário

Arquivado em Alto Verão Carioca