Copacabana: Cidade ou Bairro?

Copacabana dos anos de 1960

Copacabana dos anos de 1960

Copacabana consome quarenta e três milhões e quinhentos mil kW/hora através de seus usuários.

O maior consumidor de energia elétrica individual do bairro foi o antigo Hotel Méridien, com aproximadamente oitocentos e cinquenta mil kW/hora. Existem quatro mil e vinte oito postes de iluminação pública instalados em Copacabana.

Copacabana tem um telefone para cada dois habitantes. A central telefônica mais antiga existente é a 237, instalada em 1946, e a central de maior tráfego é a 255. Copacabana gera cerca de 5% do tráfego de ligações de longa distância, DDD e DDI, do Rio de Janeiro aproximadamente trinta mil por mês. Copacabana tem mais de quinhentos e cinquenta telefones públicos instalados nas ruas. O Shopping Center da Rua Siqueira Campos tem mais de novecentos telefones instalados.

Copacabana tem a maior, melhor e mais variada rede de hotéis do Rio de Janeiro. O hotel mais antigo é o Copacabana Palace construído pela família Guinle em 1923.O maior hotel de Copacabana é o Rio Othon Palace com quinhentos e oitenta e um apartamentos e o de preço mais elevado é o Sofitel Rio Palace.

Copacabana tem o mais diversificado centro comercial do Rio de Janeiro onde você acha de tudo um pouco. São mais de dois mil e novecentos estabelecimentos de varejo (7% do total da Cidade). É o bairro que tem a maior concentração de antiquários, joalherias e agências bancárias e de carros importados Os campeões de arrecadação de ICMS são as lojas de calçados, roupas, tecidos, cama e mesa e banho e as lojas de departamento. A Indústria em Copacabana é quase sinônimo de confecção. Dos mais de mil e cem estabelecimentos industriais e oitocentos e quarenta são de roupas e calçados.

Copacabana tem dois hospitais particulares, o São Lucas e o Copa D’Or, um Posto de Saúde Municipal funcionando de segunda a sexta-feira, das 09 às 17horas na RuaTonelero.

Copacabana tem quatorze escolas municipais, onze escolas estaduais e vinte e cinco particulares. Aproximadamente 24% da população do bairro têm curso superior e mais de 29% dos seus habitantes têm até o segundo grau completo.

Em Copacabana, circulam dezenas de linhas de ônibus, transportando cerca de sete milhões e quinhentos mil passageiros por mês (sem contar metrô, taxis e vans).

Anúncios